domingo, setembro 24

Outono, outra vez...


Carpia eu a neve dos meus cabelos, queimados pelo sol do Verão, mais um que caía pesadamente sobre mim, quando me dizes, num misto de conformismo e ironia:
”Deixa lá, olha para o meu – não vês que já é Outono?”
Relativizas tudo, geladamente. Há quem lhe chame pragmatismo.
Quando estou irritada, acho que é superficialidade, ligeireza.
Por vezes, ainda mais vezes felizmente, gosto desse teu lado prático e leve.
É por isso que neste Outono ainda gosto mais de ti…

2 comentários:

joaquim disse...

"Cai neve na natureza e cai no meu coração".

Beijinhos

cris disse...

no outono temos sempre o verao de s. martinho para derreter essa neve fria