quarta-feira, outubro 11

O maior português de todos os tempos


A RTP anda a fazer publicidade de um novo programa, a começar dentro em breve, que se chamará “Os grandes portugueses”. O seu objectivo será o de “com o seu voto” escolher a personalidade mais marcante da história de Portugal.
Bravo! O povo vai de novo a votos. Desta feita e nestas intercalares, não para escolher quem nos vai governar, mas para escolher o melhor de todos nós em todos os tempos.
Algumas sugestões (muitas) são desde logo apontadas, sendo que podemos sem qualquer problema votar na vizinha que nos rega as plantas quando vamos de férias.
Estou, não posso negá-lo, deveras curioso com o final desta história.
Ganhará o menino que bateu na mãe, ou o poeta que escreveu o que quase ninguém lê? O Vasco das tias que nos fazia rir, ou o General que não o podia fazer, pois não lhe ficava bem? O Padre Américo ou o Otelo S.C.? A trabalhadora rural Eufémia ou o capitalista Belmiro? O Mário Soares ou D. João I? O Gago Coutinho ou a D. Amália que de gaga nada tinha? A minha vizinha ou a sua?

Fascinante… Apenas alguns exemplos para nos encher de dúvidas.

Soube entretanto por insuspeita fonte que está preparado um prémio para aquele que de entre os que acertarem no vencedor, seja bafejado pela sorte.

Trata-se de um cabaz contendo:
1 – Um galo de Barcelos com a fotografia do Fíuza do clube da terra;
2 – Um garrafão de Portas da Ravessa tinto;
3 – Um exemplar de “Os Lusíadas” com prefácio de Mário Soares;
4 – Um presunto;
5 – Um autógrafo do Eusébio;
6 – Uma dúzia de pasteis de bacalhau;
7 – Uma semana de férias no 7º Esquerdo/Frente do nº25 da rua Mártires da Pátria na Quarteira;
8 – Um “pinheirinho de cheiro” para pendurar no retrovisor.

Passada que está a moda dos reality shows, onde notáveis celebridades eram produzidas a cada hora, temos agora o grande embate entre os verdadeiros campeões de Portugal!
Alguns deles, são bem capazes de ter o próprio voto, enquanto outros, senhores, outros, renegariam o seu passado se isto lhes fosse dado a ver!
Valha-nos a bem da verdade, que foi algum iluminado estrangeiro o pai da ideia. Note-se, no entanto, que muitos países já chegaram aos seus “maiores”… Contando que daqui não se escolha o nacional vencedor para que este nos represente num mega-espectáculo universal onde se baterá com as vedetas de outros países!... Seria uma triste forma de ver D. Afonso Henriques perder com os espanhóis, por exemplo. Abrenúncio!

P.S: Não restem dúvidas porém, que o maior português foi o “Gigante de Moçambique”!

6 comentários:

maria disse...

Por acaso não sei quem é o maior português? Será o homem que lança uma OPA sobre a gigante das telecomunicações? Será o homem que controla as finanças do país? Será o Figo, conhecido mundialmente? Será o Mourinho? Será o português que vive com o salário mínimo nacional e ainda consegue criar dois filhos? Ou serei eu que não faço nada de relevante?

joaquim disse...

Se eu pudesse fazer campanha, fazia pelo Santo António de Lisboa, mas como não posso, nem quero, é muito provável que seja o Vitor Espadinha, ou até quem sabe o Fidel de Castro, que como todos sabem é "tatara neto" de Portugueses, digo eu!!!
Cá para mim e falando "seriamente" vai ganhar o "Zé dos Anzóis".
Abraço.

Anónimo disse...

Eu acho que é desta que vou tentar a minha sorte ... o prémio é tentador!!! (Ai ,umas férias na Quarteira...)
bjs

izzolda disse...

Acho que esse cabaz acabou de me convencer a votar!

Chegámos a um ponto em que qualquer ideia já parece boa ideia em TV?

Periférico disse...

Em termos de centímetros o Gigante de Moçambique não terá certamente rivais à altura ;-)

Um abraço

deep disse...

Com um prémio desses... quem não fará um esforço?

Bom fim-de-semana.