sexta-feira, novembro 10

Outros outonos

Estão mais velhos,mais cansados...
De formas completamente diferentes, cada um à sua maneira, tem alterado as formas de viver.
Num outono que não conhecerá o renovar das estações, a folha cai, o tronco dobra, mas a raíz é a mesma.
E se o aproximar da estação fria me entristece, alegram-me os dias de verão que com eles vivi, o mundo que me deram a conhecer e a oportunidade de ser feliz.
Devo-lhe isso, devo-lhes tanto mais... Devo-lhes tudo!
Estão mais velhos, cansados... Quantas daquelas rugas não fui eu que desenhei?
Mas eles sabem, que num mundo doente, um filho acredita, porque com eles aprendeu. E assim, aposta na vida exactamente como eles o fizeram: Três vezes! Tudo!

7 comentários:

chuvamiuda disse...

................
nem mais!!!
boas referências são as do ninho
................


Abraço e bom fim-de-semana

Graça disse...

Possamos nós deixar as mesmas marcas ....

deep disse...

:)

Tem um bom resto de domingo.

P.s. - Passo mais tarde para comentar como deve ser.

deep disse...

Miguel, voltei, como prometi.
Sinto que as tuas palavras poderiam ser minhas. Custa vê-los envelhecer, mas não há nada que possamos fazer. Resta-nos, por isso dar graças por tê-los ainda junto de nós e por podermos passar a outros as coisas sábias que nos ensinaram.

Um beijo e votos de boa semana.

P.S. Parece que estamos em sintonia: acabei de saber que recebi uma mensagem tua. Vou já lê-la.

Margarida Atheling disse...

Eles apostaram bem!
E aposto que tu também! :)

Beijinhos!

Leonor disse...

E é uma aposta já ganha, parece-me. Ainda bem que te devolvi o saca-rolhas!

izzolda disse...

Ainda bem que chegamos a essas conclusões enquanto lhes podemos demonstrar o nosso agradecimento...