segunda-feira, abril 30

Varinha mágica

Deram ao meu filho um pequenino livro de magia. Ele começou a ler e já no fim da noite, perguntou-me:
- Pai, temos uma varinha mágica?
Eu, resolvi brincar e disse:
- Temos, pá... mas está guardada desde que o pai, sem querer, transformou aquela senhora num sapo feio.
Na altura ficámos por ali...Ele pensativo, eu sorridente com a "maldade" dita ao miúdo.
No dia seguinte fomos como de costume, os primeiros a acordar. Um beijo de bom dia e ele calmamente volta à carga:
- Ó pai, diz a sério... temos mesmo uma varinha mágica?
Faz-lhe falta a varinha, para os truques mas, creio que adormeceu e acordou a pensar no que o pai poderia ter feito à senhora.

Nesse mesmo dia, à tarde, à volta de uma grande mesa discutiu-se o "estado da Nação", as últimas peripécias da classe política, falcatruas de gente conhecida e incongruências da lusa sociedade. A Inês, que é a minha filha mais velha, escutou atentamente. Reparei porque não era costume. Habitualmente sairia e não aturava a conversa dos mais velhos. Mas, de regresso a casa e já dentro do carro, disse:
- Não vos percebo! Dizem tão mal de Portugal! Acham que existem muitos sítios melhores para se viver? Não é isso que vejo na televisão. Eu pessoalmente, acho que temos muita sorte de ter nascido aqui!
Foi uma pena que não o tenha dito ainda à mesa com toda a gente presente! A Inês, com um toque de magia em meia dúzia de palavras, mudou Portugal naquele exacto momento.

- Inês, faz-me um favor: Empresta a varinha mágica ao teu irmão.

15 comentários:

antónio paiva disse...

.................

Companheiro,

Excelente!

obrigado por partilahares estes momentos de magia

a Inês tem toda a razão!

Tu também!

.................

Boa semana

Mojo Pin disse...

Simples e tão mágicas as palavras da Inês:)*

Margarida Atheling disse...

Linda Inês! :))

Bjs!

Anónimo disse...

eu diria que as aulas de filosofia quando era pequena fizeram-lhe muito jeito...

bjs

izzolda disse...

Palavras tão sábias que os mais pequenos têm, de vez em quando...boa semana, Miguel!

malu disse...

Ah, impossível passar sem deixar aqui um largo smile, que tb tem o seu quê de magia :)

Um bj à Inês. Outro para ti.

Dulce disse...

Inês, faz-me um favor: empresta-me a varinha mágica.

kurika disse...

A Inês é sábia...linda menina!!!

Concordo com ela.

Bjinhos

rascunhos disse...

E de vez em quando quem é que não precisa de uma varinha mágica, ou de um arco-iris...
bjinhos

foryou disse...

Varinhas mágicas... são sempre muito úteis :)

Canochinha disse...

Grande Inês! A verdade é que temos a tendência de nos queixarmos de tudo e todos e muitas vezes nem paramos para pensar que há sempre quem esteja pior...

deep disse...

Apesar de passar o tempo a dizer que qualquer dia emigro, acho que ainda consigo estar com a Inês!

Vilma disse...

É o olhar das crianças! :)

Carriço disse...

Sem dúvida, magia. E sem varinha.
As palavras das crianças, ao contrário do muitas vezes se espera, dão tanto que pensar...

Abraço

Xico disse...

A diferença é qie a Inês é capaz de ter mais carreira académica que o PM.
De qualquer forma, a "varinha mágica" dos políticos é igual aquela que existe nas cozinhas...para triturar!!!