quarta-feira, junho 6

Puzzle


Não tenho grande paciência para puzzles. Pelo contrário, adoro "resolver" pessoas, principalmente aquelas de quem gosto. Hoje deram-me uma peça das difíceis... era toda azul/céu, apenas com um pequeno "farrapo" em branco deslavado. Eram nuvens de sonho, névoa de medo, ou o anjo que a vida te tirou?

7 comentários:

Margarida Atheling disse...

Acho que as três coisas juntas; Miguel. Mas é natural, não é?
Só a névoa de medo afastaria se tivesse esse poder, porque as outras coisas fazem parte de mim, mesmo que não se vejam. :)

Bjs!

Canochinha disse...

Já eu adoro puzzles! Mas também gosto de pessoas ;)

foryou disse...

A mim, que não gosto nada de puzzles, passam a vida a dar-mos. Até agora fui resolvendo todos, mesmo os azuis, os das nuvens e até os dos medos. Mas eu tenho a vantagem de não saber resolver pessoas, mas ter muitas para ajudarem a construir puzzles :)

Um enorme beijo para ti e para a Leonor :)

Pedro Gamboa disse...

Porque temos que fazer mais coisas…?
Porque não podemos passar o tempo todo a ler pessoas…?
Porque não posso gastar o meu tempo a ler pessoas, porque?
È fantástico ler e ser lido, e falo apenas de ler pessoas, somos todos livros que nunca irão ser lidos até ao fim, pois há sempre mais alguma coisa para ler…

Forte abraço amigo Miguel

rascunhos disse...

Seja o que for, que ajudes a resolver da melhor forma...

Bom fds

malu disse...

E eu ponho-me a ler-te, a ler-te...

:)

Cristina disse...

Para mim, neste dia em particular, talvez o anjo que Deus permitiu que a vida me levasse...

Muito lindo este blogue.